terça-feira, 17 de fevereiro de 2015


O tempo escorre pelos dedos e algumas coisas simples acabam ficando sem fazer, entonces decidi fazer uma lista de coisas que quero realizar.

♥ Lista de 100 metas especiais, que devem ser atingidas na minha década dos 50.
1. Cuidar de mim com muito amor!!!!
2. Levar meus projetos do fundo do poço até às nuvens.
3. Retornar à natação.
4. Voltar à minha ruivice. (a lourice me deixou apagadinha)
5. Produzir temperos e quitutes saudáveis preuzinha.
6. .Desapegar de todas as roupas/maquiagens/bijoux que não uso
7. Alcançar meu objetivo pessoal.
8. Ter uma foto bem bonita/profissional.
9. Fazer o cadastro de clientes
10. Viajar sozinha.
11. Separar os dias especiais com a Família.
12. Andar de bicicleta.
13. Andar de patins.
14. Jogar boliche.
15.Fotografar! Afinal, fiz um ótimo curso de fotografia e quase não usei, com 
Reinaldo Smoleanschi .
16.  Escrever cartas para as pessoas que estão no meu coração de batata doce.
17. Cortar meu cabelo, com aquele corte que adorei!!!!.
18. Desenhar mais.
19. Terminar e ilustrar o meu livro da turma da reciclgem.
20. Estudar música... sax??? Teclado??? Vou ter que rever toda a parte teórica!!!
21. Ir em um show que me seja especial!
22. Me estressar menos. 
23. Melhorar meu eu .
24. Visitar as pessoas que necessitam de ternura.
25. Aprender a letra de 8 músicas novas
26. Dançar.
27. Estudar os mistérios e maravilhas.
28. Terminar de escrever a peça - ....
29. Utilizar todos os meus caderninhos  guardados.
30. Meditar!!!
31. Fazer um cruzeiro 
32. Participar de editais
33. Ligar para os amigos ditantes no tempo ou lugar.
34. Realizar o sonho de alguém
35. Deixar de depender emocionalmente de comida.
36. Aprender a me amar mais.
37. Me preocupar menos.
38. Sorrir mais.
39. Sempre acabar o que eu começo. Nada de deixar para depois. :-))))
40. Nunca se esquecer de agradecer a todos, por algo que me ajudaram.
41. Falar menos e fazer mais.
42. Ter sempre o meu capuccino e os chás
43. Manter  bom humor durante o dia, mesmo sendo difícil... Respira fundo e conta inté 1000!
44. Parar de me incomodar com os defeitos das pessoas. O problema é delas!
45. Fazer a minha casa ter a minha cara e só minha, ou seja - do jeito que queria! .
46. Ter menos vergonha do meu corpo, me amar mais como eu sou.
47. Ir fazer massagem e acupuntura.
48. Agradecer Deus sempre. Rezar mais.
49. Pular de paraquedas, com o Nando pilotando o avião!
50. Comprar câmera de fotografia e lentes 
51. Fazer um "diário fotográfico" das viagens.
52. Viajar em família.
53. Visitar lugares especiais em Família
54. Parar de reclamar da vida e agir.
55. Participar cada vez mais da vida em Família - sempre!
56. Ser uma Avó especial.
57. Fazer o canto dos netos na minha casa
58. Somar pessoa à Família
59. Desenvolver trabalhos fora do Rio
60. Fazer minha comida vendo a tabela de nutrientes.
61. Voltar a fazer cookies e pães.
62. Testar receitas novas. (Sempre acabo modificando as receitas!)
63. Fazer um livro de receitas online para todos da Família acessarem as receitas.
64. Fazer um vídeos para o blog.
65. Deixar o blog interessante para a turma dos entas. (quarenta e companhias...hehe)
66. Fazer fotos para look do dia.
67. Fazer um novo layout.
68. Abrir um bazar do blog. (Aprender com a Lu)
69. Fazer pelo menos um post por semana no blog.
70. Fazer nosso blog ser conhecido
71. Conseguir uma parceria comercial com o blog.
72. Fazer do blog uma fonte de informações.
73. Continuar com esse blog ativo durante os próximos 10 anos.
74. Fazer uma ação solidária sempre que puder, ajudando ao próximo.
75.  Ler mais livros.
76. Completar o projeto poemas e fotos.
77. Reler todos os livros do senhor dos anéis.
78. Ir mais ao teatro, ballet.
79. Ir a quase todas as exposições que me convidam - a princípio,no meu Rio de Janeiro.
80. Ir a um espetáculo do improvável.
81. Treinar mais o inglês e o francês. Brincar com uma mini base do alemão (para sobrevivencia de viajante. ;-P )
82. Fazer aulas de Espanhol       
83. Fogão 6/5 bocas.
84. Geladeira.
85. Máquina de lavar.
86. TV da sala.
87. Pintar comoda, baú, mini armário e espelho - cor branca ou prata - decidir.
88. Fazer almofadas sofá e cadeiras.
89. Costurinhas - treinar!
90. Pintar 5 quadros.
91. Desenhar os filhos
92. Fazer jogos de tecidos - 5 Marias, Gamão, Dominó ...
93. Fazer Livro de Brincar - 3 modelos diferentes
94. Fazer as almofadas
95. Vender ArtesNatas.
96. Plantar 50 árvores.
97. Voltar a cultivar orquídeas
98. Vasos de hortencias e de violetas nativas.
99. Andar à cavalo.
100. Fazer o coração sorrir 

Essa lista é um mapa de um Universo - ao Norte do Fim do Mundo!

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015


Feliz, linda e charmosa - é assim que inicio esse ano MARAVILHOSO
para uma Mulher MARAVILHOSA:
EU!

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Meu texto de Ano Novo: Tenha paciência comigo nessa confusa arte de pensar  e darei o meu melhor  após olhar pra trás e reler alguns e-mails de anos, conversas, mensagens, etc, aí uma revolução toma conta de mim, é hora de não mais engolir e fazer de conta que tudo é nada.
Posso afirmar com uma pontinha de satisfação interna, que mudar é bom, é positivo, agrega, amadurece, transforma paradigmas, muda ponto de vista, traz humildade e senso maior de interdependência. O saldo final de uma grande mudança é sempre positivo e recompensador, se formos corajosos.
O tempo passa, o tempo voa, e temos a saudade, a lembrança, a vontade de estar perto. Algo que o tempo não cura é a falta que algumas pessoas fazem, mas o que fazer se para alguns os momentos vividos são indiferentes.
Ora... ora... ainda acredito em contos de Fadas e que a sinceridade do estar com alguém é verdadeira, ou que  essas ficagens não existem,  essa é a minha forma de sentir.
A gente se acostuma... mentira!
Pode soar piegas, cafona, jargão, o que for… E aí é que está o “pulo do gato”: administrar os sentimentos. Nunca antes controle emocional e domínio próprio me pareceram tão fundamentais! Há momentos em que a gente tem que parar, pensar e dizer a si mesmo: respira fundo, racionaliza e continua andando. E não pira, por favor!
Questionar cada vez mais a veracidade dos meus sentimentos e dos sentimentos dos outros sobre euzinha. 
A gente aprende a valorizar quem realmente faz diferença na vida, porque percebe que viver sem algumas pessoas é muito difícil; já outras, nem tanto… Distância supervaloriza relacionamentos de verdade e expõe relações superficiais, que quando verdadeiros as tornam inexistentes e  a hora que queremos estamos conectados pelo sentimento, e quando é verdadeiro, esse sentimento se torna incondicional,  nos dá estrutura e entendimento para manifestarmos da forma que for o que sentimos pelo outro e  não existe barreira que impeça um amor verdadeiro 

Quando se vive o amor, percebe se que ele surge e brota dentro da gente sem permissão, mas aprendendo a enraíza-lo e não a viver em mutações.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Quando o Cristal quebra

Um simples jargão popular, que cristal quebrado não tem conserto, passa pelos nossos ouvidos, repassa pela mente sem muita atenção, até que precisa restaurá-lo e constata que é fato.

Quando você deposita em alguém certo grau de confiança, espera que perdure. Mas nem sempre é o que ocorre e com pequenas ações, essa pessoa dissolve a imagem que você construiu. Como uma reação em cascata, essa pessoa vai sumindo de dentro de você.

Como qualquer pessoa, gosto de ser tratada de uma maneira gentil e verdadeira, pois é assim que trato os que me rodeiam.

Tenho dentro de mim a felicidade de uma criança que quer sorver a vida, de uma maneira terna, envolta em sorrisos e me dedico com a força que brota do coração.

Gosto de ser verdadeira, sem disfarces e me refaço com facilidade, mas gosto de impor os meus limites e quando essa tênue linha é ultrapassada, vem o nada.

Forma-se um nada, puro, sem negatividades, enquanto o lado positivo do sentimento que foi dedicado evapora.

Indiferença é o que sobra... Sentimento não tem retorno.
Esse Cristal quebrado não tem como restaurar.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Se...se...se...


Se não vai ligar,
não peça o número.
Se vai não vai aparecer,
não marque nada.
Se não tem certeza do sentimento,
não diga “eu te amo” só por achar bonitinho.
Se não gosta mais,
não omita… conte, seja honesto!
Se está em dúvida,
pare, pense e decida o que quer.
Se errou,
assuma e não inverta a situação.
Se tem algum problema,
fale… ninguém é obrigado a adivinhar.
Se quer ficar sozinho,
peça… todo mundo tem direito a se isolar de vez em quando.
Se algo te irrita,
converse, esclareça… mas não seja intolerante.
Se está confuso,
espere as coisas ficarem mais claras para se envolver.
Se tudo acabou,
tenha cuidado com as palavras e como vai tratar quem ainda te ama.
Se não quer, não gosta e não pretende ficar,
é um direito seu…
Mas não esqueça que ter respeito pelo outro, é o mínimo que se espera de você

domingo, 10 de janeiro de 2010

Qualquer caminho é apenas 1 caminho e não constitui insulto algum,para si mesmo ou para os outros,abandoná-lo qdo assim ordena o seu coração,
Olhe cada caminho com cuidado e atenção. .Tente-o tantas vezes quantas julgar necessárias...
Então,faça a si mesmo e apenas a si mesmo uma pergunta:possui esse caminho um coração?Em caso afirmativo, o caminho é bom.
Caso contrário, esse caminho não possui importância alguma...