Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2014
Meu texto de Ano Novo: Tenha paciência comigo nessa confusa arte de pensar  e darei o meu melhor  após olhar pra trás e reler alguns e-mails de anos, conversas, mensagens, etc, aí uma revolução toma conta de mim, é hora de não mais engolir e fazer de conta que tudo é nada. Posso afirmar com uma pontinha de satisfação interna, que mudar é bom, é positivo, agrega, amadurece, transforma paradigmas, muda ponto de vista, traz humildade e senso maior de interdependência. O saldo final de uma grande mudança é sempre positivo e recompensador, se formos corajosos. O tempo passa, o tempo voa, e temos a saudade, a lembrança, a vontade de estar perto. Algo que o tempo não cura é a falta que algumas pessoas fazem, mas o que fazer se para alguns os momentos vividos são indiferentes. Ora... ora... ainda acredito em contos de Fadas e que a sinceridade do estar com alguém é verdadeira, ou que  essas ficagens não existem,  essa é a minha forma de sentir. A gente se acostuma... mentira! Pode soar piegas, caf…